Globo noticia duas causas de morte diferentes da mesma pessoa, por Covid-19 e AVC

A rede Globo se atrapalhou ao noticiar a morte de um homem de 60 anos, na última terça-feira (21), informando duas causas diferentes para o seu falecimento, sendo uma de Covid-19 e a outra de AVC (acidente vascular cerebral).

A primeira reportagem foi exibida no Jornal Hoje através da jornalista Sabina Simonato. Ela falou que um homem identificado como Severino “teve um AVC e estava há dias no Hospital Municipal de Campo Limpo esperando por um leito de UTI”.

Ainda no mesmo dia, porém, mas no Jornal da Globo, a morte do homem também foi noticiada pela jornalista Patrícia Falkowski, mas dessa vez a causa do falecimento foi apontada como sendo pela Covid-19.

A Globo tentou se explicar e disse que “Alexandre, filho do senhor Severino, informou que o exame para Covid-19 foi feito logo que o pai foi internado por causa do AVC. Essa declaração inclusive foi ao ar nos jornais locais”.

O homem de 60 anos morreu na verdade de AVC, mas a emissora informou em nota que o Jornal da Globo foi impreciso e terminou confundindo a suspeita de contaminação com a Covid-19 com a causa da morte, de fato, segundo informações do R7.

Críticas contra a Globo

Parte da população tem criticado a rede Globo pela forma como vem abordando a pandemia do novo coronavírus no Brasil. Recentemente, a psicóloga e escritora Marisa Lobo publicou um artigo onde acusou a emissora transformar a crise de saúde em um “show televisivo”.

“Faço um apelo para a mídia para que trate o assunto com mais cautela e equilíbrio. Apelo especialmente para a Rede Globo, que parece ter transformado a pandemia em um show televisivo, explorando apenas o drama por trás desde cenário e não suas soluções”, afirmou Marisa.

“Falem com preocupação, mas também com esperança e otimismo”, alertou. “Temos que mostrar os avanços da medicina, ações e esforços do governo”.