24.5 C
Brasília
Segunda-feira, 27 Junho, 2022

Ex-filiado ao PT por 23 anos, Datena rebate crítica de bolsonaristas: “Fogo amigo”

Por mais que esteja querendo agradar, o apresentador José Luiz Datena parece estar longe de conquistar a confiança do eleitorado bolsonarista. Mesmo indicado pelo presidente Jair Bolsonaro como o seu candidato ao Senado por São Paulo, ele vem enfrentando críticas devido ao seu histórico político.

Nas redes sociais, a indicação de Datena para o Senado, feita por Bolsonaro, ainda é motivo de incompreensão. Enquanto alguns enxergam nisso uma estratégia de força eleitoral para a campanha presidencial, devido ao alcance de influência do apresentador em São Paulo, outros ainda dizem não entender o motivo da escolha.

O principal motivo da desconfiança é devido ao passado petista de Datena. O apresentador foi filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) de 1992 a 2015, totalizando 23 anos de partido. O período compreende até mesmo a fase das denúncias envolvendo o “Mensalão”.

Pelas reações nas redes sociais, a deputada estadual Janaína Paschoal parece ter maior preferência entre os bolsonaristas, caso a decisão fique entre ela e Datena, mesmo com o fato da parlamentar também já ter feito críticas ao presidente durante a pandemia.

Aparentemente, o posicionamento conservador de Janaína no que compete às pautas morais e de costumes, já conhecido do público, bem como às suas críticas explícitas ao petismo, transmitem maior confiança do que os posicionamentos de Datena.

Nesta terça-feira, o apresentador lamentou o fato de estar sendo alvo de desconfiança por parte dos bolsonaristas. “É uma surpresa total. Se a coalizão de partidos que deveria me apoiar descarta uma indicação direta do próprio presidente da República, o que eu posso esperar?”, disse ele.

“Já é difícil disputar uma eleição contra inimigos. Agora, contra fogo amigo também, não dá. Desse jeito, a política vai desistir de mim mais uma vez”, lamentou o apresentador durante entrevista à jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo. Veja também:

Visando o apoio de Bolsonaro, Janaína dispara: “Datena votou em Lula a vida toda”

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: