15.5 C
Brasília
Sábado, 25 Junho, 2022

Regina Duarte diz que ganhou presente de Bolsonaro ao mudar de função: “Um sonho”

Ator Mário Frias é o mais cotado para assumir o posto na Secretaria da Cultura

Em um anúncio feito ao lado do presidente Jair Bolsonaro, a atriz Regina Duarte confirmou que pediu para deixar o comando da Secretaria de Cultura, mas não saiu do governo.

Regina Duarte assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em São Paulo e demonstrou estar feliz com a nova função, dizendo que é a realização de um sonho antigo. Outro ponto destacado pela atriz é a oportunidade de estar próxima à família novamente.

“Estou sentido muita falta dos meus netos, dos meus filhos, da minha família, que é uma coisa à qual sempre fui muito ligada. É um presente duplo: a cinemateca e ficar próxima à minha família”, disse ela em um vídeo publicado pelo presidente em sua conta no Twitter.

A interação, bem-humorada, foi uma oportunidade para Bolsonaro negar os rumores veiculados pela imprensa: “Toda semana, tem um ou dois que, segundo a mídia, estão sendo fritados. O objetivo é desestabilizar a gente e tentar jogar o governo no chão. Não vão conseguir. Jamais ia fritar você”, afirmou, acrescentando que sentirá falta da companhia de Regina Duarte.

“Olha gente, deixa eu contar. Eu acabo de ganhar um presente, que é um sonho de qualquer pessoa de comunicação, de audiovisual, de cinema, de teatro. Um convite para fazer a Cinemateca, que é um braço da [Secretaria da] Cultura que funciona lá em São Paulo, um museu de toda a filmografia brasileira. Fica ali, secretariando o governo, dentro da Cultura, na Cinemateca. Obrigada, presidente!”, concluiu Regina Duarte.

O nome mais cotado para o lugar da atriz é o colega Mário Frias, ator com passagem pela TV Globo e outras emissoras. Ele teria aceitado o convite e o presidente já teria batido o martelo, segundo o jornalista Igor Gadelha, da revista Crusoé, publicou no Twitter.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: