23.5 C
Brasília
Sábado, 25 Junho, 2022

“Vou em Brasília lhe mostrar que isso lhe mata”, diz homem contra Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro mais uma vez se tornou alvo de ameaças contra a sua vida. O vídeo de um homem que diz palavras de ódio e diz querer ir à Brasília começou a circular nas redes sociais nesta terça-feira.

“Eu sou um ex-combatente do Exército. Eu tenho vergonha de você, seu ‘muleque’, e se a faca do ‘cara’ [Adélio Bispo?] não lhe matou, eu vou vender tudo o que eu tenho, mas eu vou em Brasília. Vou lhe mostrar que isso aqui [mostra faca] lhe mata ‘satanái'”, diz o homem.

O sujeito mostrou facas, um facão e até uma arma aparentemente de fogo não identificada, afirmando que elas seriam suficientes para, supostamente, matar o presidente da República. 

O filho do presidente, Carlos Bolsonaro, fez uma publicação dizendo se tratar de um ex-candidato a vereador de Jandaíra/BA em 2004, 2008 e 2012, chamado José Reis. Ele pediu a identificação do sujeito e publicou o link de uma rede social pessoal.

Bolsonaro já foi ameaçado de morte outras vezes, também por pessoas aparentemente radicias e ligadas a partidos políticos. Em 2019 o jornalista e ativista Vinícius Guerrero, então presidente do Movimento Comunitário Trabalhista do PDT da capital do estado e São Paulo, achegou a dizer que o presidente “tem que ser assassinado, ele e família”.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: