21.5 C
Brasília
Sábado, 2 Julho, 2022

“É correto esperar os resultados oficiais”, diz a Rússia sobre eleição nos EUA

Enquanto boa parte da grande mídia e vários países já deram como certa a vitória do democrata Joe Biden nos Estados Unidos, a Rússia, Brasil, China e México optaram pela cautela diante do impasse jurídico que provavelmente se desenrolará nas próximas semanas.

“Consideramos que é correto esperar os resultados oficiais das eleições. Quero recordar que o presidente Putin disse muitas vezes que respeitará a escolha do povo norte-americano, seja ela qual for”, disse aos jornalistas o porta-voz da Presidência russa, Dmitri Peskov, segundo o DN.

O motivo é claro: o atual presidente dos EUA, Donald Trump, ainda não reconheceu a derrota por alegar que houve “fraude” durante à apuração dos votos, razão pela qual anunciou que entrará a partir desta semana com uma série de ações nos estados-chave onde o conflito foi mais acirrado, como Pensilvânia, Geórgia, Michigan e Carolina do Norte.

Aqui no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro se mantém em silêncio. Segundo o vice-presidente general Hamilton Mourão, assim como a Rússia, o governo brasileiro só vai se manifestar após o anúncio oficial da justiça americana.

“O presidente está aguardando terminar esse imbróglio aí, essa discussão [sobre] se tem voto falso ou se não tem voto falso, para dar o posicionamento dele”, disse a jornalistas ao chegar no Palácio do Planalto, segundo o Poder360.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: