10.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

Ciro diz que vai denunciar Bolsonaro “como genocida, por crime contra a humanidade”

O ex-candidato à presciência da República, Ciro Gomes, afirmou neste sábado que pretende denunciar o presidente Jair Bolsonaro por “crime contra a humanidade” no Tribunal de Haia, após sugerir que o chefe do Executivo seria o responsável pelas mortes em decorrencia do novo coronavírus no país.

“O mundo inteiro está chocado com o que Bolsonaro está fazendo. Vamos levar ele a responder pelo que está fazendo no Tribunal de Haia (Tribunal Internacional de Justiça) como genocida, por crime contra a humanidade!”, afirmou Ciro em sua rede social.

Para Ciro Gomes, o presidente erra ao defender que a quarentena por causa do coronavírus não deva se aplicar a toda a população, mas apenas ao grupo de risco, ou seja, pessoas com alguma debilidade de saúde, tratamento oncológico ou idosos. 

“Bolsonaro está preparando uma campanha publicitária para chamar o povo para voltar às ruas! É genocídio!”, disse ele, destacando que o seu partido, o PDT, “vai entrar na Justiça pedindo a suspensão desta aberração! É o ÚNICO governante no MUNDO a fazer isto”, completou.

Na verdade, o ministro da Saúde Henrique Mandetta também tem avaliado a possibilidade de que a quarentena deixe de ser total. “Isso tudo tem um bando de gente estudando. Não vamos fazer nada que a gente não tenha confiança. Antes de adotar o fecha tudo, existe a possibilidade de trabalhar por bairro, existe a possibilidade de fazer redução em determinados aparelhos”, afirmou Mandetta.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: