21.5 C
Brasília
Sábado, 2 Julho, 2022

Bolsonaro sobre remédio: “Esquerda não toma, porque vai matar o verme que eles são”

O presidente Jair Bolsonaro esteve hoje na entrega de uma Ponte Estaiada que liga os municípios de Santa Filomena, no Piauí, e Alto Parnaíba, no Maranhão, ocasião em que discursou para a população local e fez críticas aos adversários, inclusive ao ex-presidente Lula.

Já na parte da noite, durante a transmissão da sua tradicional live semanal pelas redes sociais, Bolsonaro voltou a falar do chamado “tratamento precoce”, afirmando que o uso de um dos medicamentos não é feito pela esquerda porque isso “vai matar o verme que eles são”.

Na ocasião, Bolsonaro explicou que sentiu o que pareciam sintomas do coronavírus, e como medida de precaução fez uso do medicamento mesmo sem ter consultado o médico. “Qual é o problema?”, questionou o presidente, sugerindo que pelo fármaco já ser utilizado há décadas no país para outras finalidades isso inspiraria segurança.

“Tomei, fiz exame, não estava, mas por precaução tomei. Qual o problema?”, questionou o presidente. “E esse outro remédio que é pra combater verme né, combater verme… então por isso que a esquerda não toma, porque vai matar o verme que eles são”. Assista:

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: