11.5 C
Brasília
Quinta-feira, 30 Junho, 2022

Yamaguchi chora ao falar de mortos pela Covid-19 e a falta da cloroquina

A médica Nise Yamaguchi, membro do gabinete de crise do Ministério da Saúde no combate à pandemia do novo coronavírus, concedeu uma entrevista para falar sobre à atual situação do país, onde acabou se emocionando devido ao número de mortos, aparentemente, sem fazer uso de um tratamento mais eficaz.

Yamaguchi é defensora do uso da cloroquina no tratamento do coronavírus, algo que tem sido alvo de intensos debates no meio acadêmico, mas que também, infelizmente, foi politizado por adversários do atual governo.

“Aparentemente, o número de mortes no Brasil é grande, mas vejo pouca gente querendo tratar”, afirmou a médica, segundo o Jornal de Brasília. “Vários médicos estão tomando hidroxicloroquina. A gente precisa considerar que o fato de você ter a oportunidade de trazer o paciente para uma situação menos grave”.

Yamaguchi chora ao falar da pandemia

Em uma entrevista para o jornalista Oswaldo Eustáquio, Yamaguchi chegou a chorar ao falar das vítimas do novo coronavírus, se colocando a disposição do país para tentar ajudar na luta contra a pandemia.

A médica especialista em imunologia e oncologia acredita que a cloroquina administrada desde o início dos primeiros sintomas da Covid-19 pode ser o recurso mais eficaz contra a doença.

Ela também criticou o que considera abusos por parte de alguns governadores e prefeitos no tocante ao nível de quarentena, explicando que o isolamento social também traz consequências danosas para a saúde humana.

“Praias vazias, sendo que se pode ser distanciamento de 2 metros, parques. Aumentou suicídio, violência doméstica, depressão. Uma pessoa sozinha jamais conseguiria resolver. Não é só cloroquina, é muito mais que isso”, disse ela.

Assista o momento em que Nise Yamaguchi se emociona no vídeo abaixo:

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: