14.5 C
Brasília
Domingo, 26 Junho, 2022

Reabertura do comércio em Brasília mostra que é possível superar o medo da pandemia

Brasília iniciou hoje (18) a retomada das suas atividades comerciais, após um longo período de isolamento por causa do novo coronavírus.

Após decreto assinado pelo governador Ibaneis Rocha, a segunda-feira já amanheceu bastante movimentada, motivo de alegria para muitos que dependem do movimento diário para conquistar o sustento de suas famílias.

Lojas de calçados e de roupas voltaram a funcionar no Distrito Federal, junto com serviços de corte e costura e lojas de extintores.

Também estão funcionando em Brasília farmácias; supermercados, hortifrutigranjeiros, minimercados, mercearias, açougues, peixarias, padarias, lojas de panificados, comércio de produtos naturais e suplementos;  postos de combustíveis e suas lojas de conveniências.

Brasília é exemplo na quarentena

Desde o início da quarentena do novo coronavírus no Distrito Federal, Brasília se comportou de forma exemplar em comparação ao restante do país.

Parte da população não deixou de sair às ruas, frequentar locais abertos e essenciais, mas também não demonstrou negligência com relação ao risco de contaminação com a Covid-19.

A reabertura comercial na Capital Federal, por sinal, também foi possível graças ao comportamento responsável da absoluta maioria dos brasilienses.

Não por acaso, o governador Ibaneis Rocha destacou:

“O Distrito Federal foi pioneiro ao tomar medidas de restrição necessárias para diminuir a velocidade da infecção e podemos agora recomeçar algumas atividades para que a cidade comece a voltar ao normal”, disse ele, segundo à Agência Brasília.

Medidas de segurança foram tomadas

A reabertura do comércio em Brasília não foi de um dia para o outro. O governo tratou de adquirir e distribuir máscaras para a população. Nó nesta segunda-feira (18), cerca de 100 mil desses itens começaram a ser distribuídos.

Comerciantes também fizeram a sua parte. A maioria colocou a disposição dos clientes álcool em gel na entrada dos seus estabelecimentos. Mercados tiveram o cuidado de limpar assiduamente superfícies de contato, por exemplo, nos carrinhos de compras e balcões dos caixas.

Com isso, sendo uma das primeiras cidades de grande porte a retomar suas atividades, Brasília serve de lição para o país e mostra que é possível, sim, superar o medo de contágio com o novo coronavírus, desde que agindo de forma responsável.

“O desafio é que as pessoas tenham uma consciência coletiva, de proteção de si e também do outro e a máscara impõe isso”, afirmou o segundo o secretário de Governo, José Humberto Pires.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: