15.5 C
Brasília
Sábado, 2 Julho, 2022

URGENTE: “Abro mão, nesse momento, da pré-candidatura presidencial”, diz Sérgio Moro

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, acabou de anunciar a sua desistência na corrida pela disputa da Presidência da República. Ele comunicou a sua filiação ao partido União Brasil, deixando o Podemos liderado pelo senador Álvaro Dias. A expectativa é que o ex-juiz vá disputar uma vaga de deputado federal por São Paulo.

“Nota Oficial: O Brasil precisa de uma alternativa que livre o país dos extremos, da instabilidade e da radicalização. Por isso, aceitei o convite do presidente nacional do União Brasil, Luciano Bivar, para me filiar ao partido”, disse Moro, que continuou:

“E, assim, facilitar as negociações das forças políticas de centro democrático em busca de uma candidatura presidencial única. A troca de legenda foi comunicada à direção do Podemos, a quem agradeço todo o apoio.

Para ingressar no novo partido, abro mão, nesse momento, da pré-candidatura presidencial e serei um soldado da democracia para recuperar o sonho de um Brasil melhor”, concluiu o ex-ministro.

Como é possível notar, Moro deu a entender que poderá voltar atrás e retomar a sua pré-candidatura ao Planalto. No entanto, segundo informações que já passaram a circular na imprensa brasileira nesta quinta-feira, o ex-ministro teria acertado com a liderança do União Brasil que pretende se candidatar à Câmara.

O anúncio de Moro ocorre no mesmo dia em que outro presidenciável da chamada “terceira via”, João Doria (PSDB-SP), também ventilou a sua desistência da disputa. No entanto, após a repercussão dos rumores, o tucano teria voltado atrás e decidido permanecer na corrida presidencial.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: