15.5 C
Brasília
Sábado, 25 Junho, 2022

Twitter está prestes a aceitar oferta de compra de Elon Musk; conservadores celebram

O Twitter está preparado para aceitar a oferta de Elon Musk de comprar a empresa por US$ 54,20 por ação (cerca de US$ 46,5 bilhões). O acordo poderá ser anunciado hoje se as negociações correrem bem, informou a Bloomberg.

Musk está discutindo com parceiros para ajudar na aquisição, bem como co-investidores. Foi anunciado na semana passada que o Morgan Stanley e outras instituições financeiras estavam por trás do bilionário, considerado atualmente a pessoa mais rica do mundo.

Musk afirmou que o Twitter está à altura de seu potencial como uma “plataforma de liberdade de expressão”, o que tem feito a alegria dos apoiadores do conservadorismo e da direita em todo mundo, os quais alegam ser vítimas de censura na plataforma.

Musk diz que não está interessado em ganhar dinheiro com o Twitter, afirmando na última quinta-feira que a sua motivação surgiu da percepção de que “ter uma plataforma pública que seja o mais confiável possível e amplamente inclusiva é extremamente importante para o futuro da civilização”.

Musk se descreveu como um “absolutista da liberdade de expressão” e disse em uma entrevista recente que a empresa de mídia social deveria ser regulada apenas pelas leis do país em que opera, e não por suas políticas internas.

Se a compra do Twitter, de fato, for concretizada, figuras como o ex-presidente Donald Trump, banido pela rede em janeiro de 2021, poderá retornar. Na prática, significará um marco na luta por maior liberdade de expressão nas mídias sociais.

Pelas redes sociais, usuários ligados à direita política dentro e fora do Brasil já estão celebrando a iminência do anúncio de venda da plataforma, que poderá ocorrer a qualquer momento. Com informações: The Independent.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: