20.5 C
Brasília
Sábado, 21 Maio, 2022

“Senado precisa analisar os pedidos de impeachment de ministros do STF”, diz senador

O senador Eduardo Girão voltou a tocar em um assunto polêmico, que apesar de apoiado por muitos aliados do presidente da República, e críticos do poder Judiciário, também já foi criticado por alguns ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Se trata da defesa do impeachment dos membros da mais alta Corte do país.

Através das redes sociais, Girão publicou um vídeo defendendo a análise dos pedidos de impeachment contra alguns ministros do STF, os quais estão engavetados no Senado Federal. Para o senador da República, o Judiciário é o único poder que estaria sendo “blindado”.

“SENADO PRECISA ANALISAR OS PEDIDOS DE IMPEACHMENTS DE MINISTROS DO STF”, postou Girão, em caixa-alta. “Investigar oq precisa ser investigado e nunca foi em 132 anos de República. O único poder ainda ‘blindado’ é o judiciário!”, disparou o senador.

Neste sentido, o parlamentar defendeu a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito que visa, entre outros, investigar denúncias contra alguns ministros do Supremo. “Esse é o direcionamento que nos leva sempre a destacar a importância da CPI Lava Toga.”, completou Girão.

Na prática, a postagem do senador Girão em ano eleitoral, soa muito mais como um aceno aos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e críticos do Judiciário, o que significa também os que apoiam o ex-juiz Sérgio Moro.

No que compete aos apoiadores do ex-juiz, muitos viram na anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no âmbito da operação Lava Jato em Curitiba, uma espécie de ativismo judicial por parte dos magistrados do STF. Assista:

- Publicidade -
Última notícia
- Publicidade -
Veja também:
close