28.5 C
Brasília
Sexta-feira, 12 Agosto, 2022

Randolfe envia recado a Bolsonaro: ‘Vou te tirar do poder e te levar para prisão’

O senador Randolfe Rodrigues (REDE) utilizou as suas redes sociais para gravar um vídeo em resposta a uma crítica recente do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), feita durante uma reunião com médicos no Conselho Federal de Medicina (CFM).

Na ocasião, Bolsonaro disse que poderia “ter acabado com a CPI da Pandemia rapidamente, cujo relator é o especialista em medicina intergalática, o Randolfe ‘fala fina’ Rodrigues”. Em resposta, o esquerdista prometeu “tirar do poder” o presidente e levá-lo à prisão até o final deste ano.

“Não sei qual é a obsessão do presidente com a minha voz, mas tenho algo a dizer: eu falo grosso com fascista covarde que vive fugindo da justiça”, disse Randolfe ao legendar o seu vídeo, onde diz que “primeiro: até o final deste ano, vou te tirar do poder e, segundo, de todas as formas vou te levar para a prisão”.

De forma especulativa, o senador também acusou Bolsonaro de ter “matado, diretamente”, pelo menos 200 mil pessoas em decorrência da sua gestão durante a pandemia do novo coronavírus.

Segundo Randolfe, seriam “pais e mães perderam seus filhos devido ao atraso”. Assim, ele concluiu dizendo que Bolsonaro “vai terminar os dias na cadeia para pagar” supostos crimes que teriam sido cometidos.

Na última segunda-feira (25), contudo, a Procuradoria-Geral da República pediu que o Supremo Tribunal Federal arquive 7 das 10 apurações preliminares contra o presidente Jair Bolsonaro, ministros, ex-ministros e congressistas que foram abertas com base no relatório final da CPI da Covid no Senado, da qual Ranfolfe foi o vice-presidente.

Em resposta ao pedido de arquivamento, os ex-membros da CPI já entraram com uma representação junto ao STF, contra a vice-PGR, Lindôra Araújo. Segundo ela, as acusações contra Bolsonaro levantadas pela Comissão foram de natureza “política”. Assista:

DESTAQUE
Veja também:
close