PTB oferece apoio incondicional à filiação de Bolsonaro: “A casa dos conservadores”

Jair Bolsonaro ainda não se decidiu sobre qual será o seu novo partido, o que tem deixado alguns apoiadores ansiosos sobre a disputa eleitoral de 2022. Enquanto isso, porém, uma das legendas que compõem o leque de opções do chefe do Executivo, o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), já tratou de manifestar apoio “incondicional” ao mandatário, caso ele decida se filiar.

“Reafirmamos nosso apoio incondicional ao Presidente Jair Messias Bolsonaro, e reforçamos à importância dele se filiar ao PTB. O PTB é a casa dos conservadores, portanto, aqui é a sua casa, Presidente Bolsonaro”, escreveu a presidente interina do PTB, Graciela Nienov.

Nienov está a frente do PTB desde o dia em que o ex-deputado Roberto Jefferson foi preso por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Detenção esta considerada, pela sigla, ilegal e de caráter persecutório, tendo em vista o fato de não haver qualquer julgamento e condenação que justifique a prisão do cacique.

Durante uma entrevista concedida para a revista Veja, Bolsonaro chegou a mencionar o PTB como uma das opções de filiação. “O PTB ofereceu pra mim também”, disse ele, lembrando ainda que outras legendas também estão no páreo, como o PP e o PL. “Não vou fugir de estar com esses partidos, conversando com eles”, declarou o presidente.

No caso do PTB, no entanto, a aposta está no viés conservador. Sob o comando de um “novo” Roberto Jefferson, a sigla vem declarando ser a única realmente conservadora no país, e conta com o apoio de figuras já conhecidas nacionalmente nesse quesito, como a psicóloga cristã Marisa Lobo, presidente do partido no Paraná.

“Você que gosta de fazer intrigas e pouco se importam com o futuro do Brasil, o PTB se importa”, comentou Marisa em sua rede social. “Jair Bolsonaro, estamos juntos alinhados aguardando sua vinda”, completou a psicóloga ao comentar o apelo da colega, Graciela. Veja também:

Saúde de Roberto Jefferson se complica na prisão e lideranças do PTB pedem orações