Mais

    Preso por ordem de Moraes, Roberto Jefferson apresenta quadro crítico de saúde

    O ex-deputado federal Roberto Jefferson, preso em outubro do ano passado por uma ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), está em um quadro crítico de saúde, com graves problemas físicos e mentais, segundo informações divulgadas com exclusividade pela revista Veja na manhã desta sexta-feira (7).

    Bob Jeff, como também é chamado o ex-presidente nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), encontra-se internado em um hospital privado do Rio de Janeiro, onde chegou no começo do mês passado apresentando apatia, insônia, distúrbio depressivo, inapetência e súbita perda de peso.

    Ainda segundo a Veja, um pouco antes da sua transferência para o hospital, Roberto Jefferson sofreu uma queda no presídio e teve traumatismo craniano. “Os médicos da
    penitenciária reportaram que, depois da queda, ele passou a apresentar sintomas de confusão mental, desmaios, ouvia vozes e pronunciava frases desconexas”, informa a revista

    “No relatório, elaborado no último dia 29, informaram que Jefferson chegou ao hospital com insuficiência renal, desidratação e com um quadro grave de desnutrição”, reporta a matéria.

    E continua: “Os exames neurológicos e psiquiátricos detectaram lentidão nas atividades mentais, perda de memória, ocorrência de convulsões e dificuldades para se locomover e
    realizar atividades como ir ao banheiro.”

    A prisão de Jefferson ocorreu inicialmente devido a vídeos publicados por ele nas redes sociais, onde aparecia xingando ministros do STF, também falando em tom de ameaça e posando com armas.

    Ao receber os agentes da Polícia Federal em sua residência no ano passado, o ex-deputado chegou a recebê-los a tiros. Ele disparou dezenas de tiros de fuzil e também lançou explosivos contra os policiais. Ninguém se feriu gravemente.

    Leia também:

    Posts da semana

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui