24.5 C
Brasília
Segunda-feira, 27 Junho, 2022

Pacheco classifica ação de Bolsonaro contra Moraes como “anormalidade institucional”

O presidente do Senado Federal, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), reagiu ao pedido feito pelo presidente Jair Messias Bolsonaro à Procuradoria-Geral da República, contra o ministro Alexandre de Moraes, para que o mesmo seja investigado por abuso de autoridade e “ataques à democracia”.

Segundo Pacheco, a reação de Bolsonaro seria “mais uma anormalidade institucional” que precisa ser corrigida. A declaração foi dada durante uma entrevista coletiva, onde mais uma vez o senador se posicionou em defesa dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Mais um episódio de anormalidade institucional que a gente busca corrigir. É muito importante que se corrija e que as instituições e os membros dessas instituições possam se respeitar”, declarou Pacheco.

O pedido de investigação feito por Bolsonaro à PGR, contra Moraes, é um desdobramento da ação que também foi apresentada por ele no próprio STF, também contra o ministro, mas que foi recusada pelo ministro Dias Toffoli na quarta-feira (18).

Bolsonaro acusa Moraes de abuso de autoridade no caso do inquérito das fake news, onde o seu nome permanece sendo investigado, mesmo após a Polícia Federal ter emitido um parecer alegando que não houve a prática de crime por parte do presidente, durante uma live transmitida por ele sobre o sistema eleitoral do país.

Nesta quinta-feira (19), quando uma pesquisa feita pelo Metrópoles/Ideia apontou que os eleitores do Distrito Federal confiam mais nas Forças Armadas, na Igreja e no Governo Federal, do que no STF, Moraes saiu em defesa do sistema eleitoral, dizendo que a população tem orgulho do TSE.

“Os brasileiros só tem do que se orgulhar da Justiça Eleitoral. É um trabalho sério, duro e de fiscalização, mas mais que isso, o trabalho da Justiça eleitoral é um trabalho de afirmar dos valores democráticos, republicanos e do estado de direito”, declarou o ministro.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: