24.5 C
Brasília
Segunda-feira, 27 Junho, 2022

“Os brasileiros só tem do que se orgulhar da Justiça Eleitoral”, diz Moraes

Em meio a uma onda de críticas por parte dos apoiadores do presidente Jair Messias Bolsonaro, bem como do próprio presidente da República, o ministro Alexandre de Moraes saiu em defesa do sistema eleitoral brasileiro nesta quinta-feira (19), reforçando o discurso dos demais colegas da Corte pela segurança das eleições este ano.

Para Moraes, “os brasileiros só tem do que se orgulhar da Justiça Eleitoral. É um trabalho sério, duro e de fiscalização, mas mais que isso, o trabalho da Justiça eleitoral é um trabalho de afirmar dos valores democráticos, republicanos e do estado de direito”.

A defesa do ministro é mais uma das muitas manifestações dos magistrados do TSE e do Supremo Tribunal Federal (STF), em reação às manifestações do presidente Jair Bolsonaro, que vem levantando, implicitamente, dúvidas quanto à transparência das eleições este ano.

Apesar do TSE já ter realizado testes de segurança nas urnas eletrônicas e não ter constatado indícios de vulnerabilidade, Bolsonaro tem utilizado o trabalho das Forças Armadas junto à Comissão de Transparência Eleitoral para pressionar a Corte.

Os militares fizeram uma série de recomendações técnicas ao TSE, mas a Corte informou que algumas informações analisadas teriam sido fruto de erro e confusão por parte da equipe de Guerra Cibernética comandada pelo general Heber Garcia Portella.

Moraes, por sua vez, destacou ainda que “somos a única democracia que apura eleição no mesmo dia”, dando a entender que, segundo ele, isto sinaliza a eficiência do sistema eleitoral brasileiro.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: