24.5 C
Brasília
Segunda-feira, 27 Junho, 2022

“O país está dividido. Há uma luta política ferrenha para 2022”, lamenta Bolsonaro

Em meio à intensificação do debate político entre apoiadores do atual presidente Jair Messias Bolsonaro e o ex-presidente da república, Luiz Inácio Lula da silva, Bolsonaro disse na quinta (18/03) que as eleições de 2022 virão acompanhadas de uma luta ferrenha que já teria sido iniciada.

Segundo o presidente da república, existe uma grande divisão no país, e as figuras que lutam pela sua “queda” não contribuem em nada para que o coronavírus seja controlado, não fornecendo medidas que possam alcançar esse feito.

“Alguns querem que eu tome uma medida precipitada. O país está dividido. Há uma luta política ferrenha para 2022, ferrenha”, disse Jair ao comentar sobre a situação da Covid-19 no país em conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.

O presidente também chamou atenção para a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de anular a condenação de Luiz Inácio na Lava Jato, o que teria tornado possível a candidatura do ex-presidente em 2022.

O chefe do Executivo destacou os prejuízo sofridos pela Petrobrás durante o governo petista, assim como o uso de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em projetos no exterior.

Sem citar o nome do possível candidato a presidência (Lula), Bolsonaro também comentou sobre uma determinada pesquisa segundo a qual o ex-presidente teria 30% de intenção de votos, questionando a veracidade de levantamentos deste tipo.

“Quem acredita em pesquisa no Brasil é outro desmiolado”, declarou o presidente.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: