10.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

“Não tem o que falar de mim”, diz Bolsonaro ao ironizar a mídia pelo leite condensado

O presidente Jair Bolsonaro ironizou a publicação de parte da imprensa sobre os gastos do Governo Federal com alimentação, episódio que viralizou pelo termo “leite condensado”.

Durante um discurso na cerimônia de inauguração da liberação de tráfego na ponte sobre o Rio São Francisco, na BR-101, entre Alagoas e Sergipe, Bolsonaro disse que “esse negócio de leite condensado… não tem o que falar de mim”.

Ou seja, segundo o presidente, a ênfase sobre os gastos do governo com itens básicos de alimentação para todo o Executivo federal, incluindo Forças Armadas, universidades e hospitais federais, ocorre porque não há nada de comprometedor a ser noticiado contra a sua gestão.

Bolsonaro ainda fez um apelo aos governadores para que não tomem medidas de isolamento devido à pandemia, voltando a defender a necessidade de manutenção dos comércios.

“Faço um apelo aos governadores. É minha opinião, não estou dizendo se está certa ou errada. A política de fechar tudo e ficar em casa não deu certo. O povo brasileiro é forte. O povo brasileiro não tem medo do perigo. Nós sabemos quem são os vulneráveis, os idosos e com comorbidade. O resto tem que trabalhar”, disse o presidente. Assista:

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: