21.5 C
Brasília
Sábado, 2 Julho, 2022

“Não ousem confrontar ou roubar a liberdade do nosso povo”, diz Bolsonaro em evento

O presidente da República declarou no último sábado (15) que iria reerguer o Brasil. Seu discurso foi feito ao sobrevoar a Esplanada de ministérios e foi direcionado a seus apoiadores que, reunidos, buscavam expressar seu suporte ao presidente.

“Assumimos o governo e pegamos um Brasil praticamente destroçando, ética, moral e economicamente. […] Não está sendo e sei que não será fácil, mas o que esses caras não entendem é que eu sou ‘imbroxável’. Quando deixar a Presidência, deixaremos um Brasil bem melhor do que aquele que recebi em janeiro de 2019”, pontuou o mandatário.

Além disso, o chefe de Estado aproveitou a situação para reforçar suas críticas ao governadores responsáveis pela implantação das medidas restritivas em determinados estados, e afirmou que segue na luta pelo conservadorismo.

“Enfrentei por 28 anos uma verdadeira guerra ideológica que poucos davam valor. Mas o nosso compromisso era, acima de tudo, um bem mais sagrado, que a nossa própria vida, que é a nossa liberdade”, declarou.

Ao final de seu discurso, Bolsonaro exaltou para os ouvintes o poder do povo no cenário político nacional.

“Tudo ao seu tempo. O maior poder não é o Judiciário, Legislativo, Executivo. O maior poder são vocês. O momento estava duro. Não desafiamos ninguém. Não queremos o confronto com ninguém, mas não ousem confrontar ou roubar a liberdade do nosso povo”, concluiu.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: