13.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

“Não confio mais em Bolsonaro para conduzir o Brasil”, diz ex-ministro Weintraub

O ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, voltou a atacar o presidente Jair Bolsonaro, dessa vez ao participar de uma sabatina do portal UOL/Folha, realizada nesta terça-feira (03). Para o economista, o atual chefe do Executivo não seria mais digno de confiança.

“Eu não confio mais no presidente Bolsonaro para conduzir rumos do país e o Brasil se tornar um local seguro para eu criar meus filhos e netos”, afirmou Weintraub, argumentando em seguida que o presidente teria sido “cooptado” pelo centrão.

“Acho que Bolsonaro, quando se aproximou do Centrão, foi cooptado e, agora, está junto com eles e ele está conduzindo o Brasil numa direção que vai ter cada vez mais monopólio, droga, crimes, vão conduzir numa distopia. Com Lula vai numa velocidade mais rápida, muito pior”, completou o ex-ministro.

Aliados do presidente Bolsonaro acreditam que a aproximação do governo com o centrão foi vital para a sobrevivência política durante a pandemia do novo coronavírus, quando o Planalto se viu ameaçado por pedidos de impeachment e uma CPI.

O presidente já fez declarações no passado, explicando que o governo precisaria do centrão para conseguir fazer avançar as suas pautas, enquanto o Congresso não fosse renovado politicamente, mediante as eleições.

Weintraub, por sua vez, enxerga o contrário, dando a entender que Bolsonaro teria condições de barganha com os partidos, mesmo se assumisse uma postura rígida em relação ao centrão.

“Lula para mim é um encosto. O presidente Bolsonaro é uma pessoa que me decepcionou muito, não confio mais nele para apertão mão e combinar alguma coisa. Acho que ele é refém e hoje é aliado dessa estrutura toda”, declarou o ex-ministro. Assista:

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: