10.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

Moro volta a atacar o governo Bolsonaro: “O combate à corrupção não é prioridade”

A artilharia de Sérgio Moro voltou a mirar uma das principais bandeiras do governo Bolsonaro, apostando no desgaste da imagem do presidente.

Numa entrevista à revista Veja, o ex-juiz da Operação Lava-Jato disse que o posicionamento interno do governo no assunto não segue sua visão de combate à corrupção:

“Sinais de que o combate à corrupção não é prioridade do governo foram surgindo no decorrer da gestão. Apontei todos. Incomodei muita gente. Praticamente implorei ao presidente que vetasse a figura do juiz de garantias, mas não fui atendido”, queixou-se.

O jornalista Rodrigo Constantino, colunista d’A Gazeta do Povo e comentarista da rádio Jovem Pan, analisou a fala de Moro e levantou possibilidades diante da repercussão que a entrevista do ex-juiz teve na imprensa:

“Interessante, até porque me lembro de debater muito isso na mídia e muitos jornalistas DEFENDEREM o juiz de garantias. Fizemos várias entrevistas, e ‘especialistas’ justificavam a instituição. Imagino que AGORA muitos tenham mudado de opinião para atacar o presidente”, alfinetou, em sua conta no Twitter.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: