24.5 C
Brasília
Segunda-feira, 27 Junho, 2022

Moraes sobre supostas milícias digitais: “Os mais importantes vamos pegar”

A última sexta-feira (20), durante um evento organizado pela Ordem dos Advogados do Brasil, ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), voltou a comentar sobre a existência de supostas “milícias digitais”, garantindo que, segundo ele, “os mais importantes” no suposto esquema serão pegos.

O magistrado afirmou que o objetivo dos trabalhos da Justiça é “rapidamente verificar, brecar e sancionar, para não deixar proliferar às vésperas das eleições”. A declaração foi durante o Congresso Paulista de Direito Eleitoral.

“Podemos não pegar todos, mas os mais importantes vamos pegar”, destacou Moraes. “O problema das milícias é atacar a legitimidade das eleições. Se mudar o instrumento, ela ataca do mesmo jeito.”

Abuso de autoridade

Ainda nesta semana, o presidente Jair Bolsonaro ingressou com uma ação no Supremo Tribunal Federal contra o próprio Alexandre de Moraes. Na peça, o chefe do Executivo acusa o magistrado de abuso de autoridade, justamente nos inquéritos envolvendo a investigação das supostas milícias.

A ação, contudo, foi rejeitada pelo ministro Dias Toffoli, considerada por ele sem materialidade criminal. Após a decisão, Bolsonaro solicitou a Procuradoria-Geral da República a abertura de investigação contra Moraes, e pelos mesmos motivos.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: