20.5 C
Brasília
Sábado, 21 Maio, 2022

Mesmo com denúncia de “rachadinha”, Pacheco descarta afastamento de Alcolumbre

O senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), presidente do Senado Federal, descartou a possibilidade do seu colega de Congresso Davi Alcolumbre ser afastado da presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da casa, apesar do mesmo estar sendo acusado por seis ex-assessoras de ter praticado o crime de “rachadinha”.

Pacheco afirmou que Alcolumbre tem “todas as condições” de permanecer a frente da CCJ, apesar dos vários pedidos já feitos pelo seu afastamento. Conforme noticiado pela Tribuna de Brasília, a denúncia de rachadinha publicada inicialmente pela Veja com exclusividade, informa que Alcolumbre teria embolsado cerca de R$ 2 milhões ao longo dos últimos cinco anos de forma ilegal.

Alcolumbre, por sua vez, negou as acusações e disse que está sendo vítima de perseguição política. “Venho sofrendo uma campanha difamatória sem precedentes. Há algumas semanas soltei nota à imprensa informando que não aceitaria ser ameaçado, intimidado e tampouco chantageado”, afirmou o senador.

Sabatina de Mendonça

Outro motivo de críticas contra Alcolumbre tem sido a demora em marcar a sabatina do ex-ministro André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Pacheco também comentou o assunto, dizendo que a sessão de oitiva deverá ocorrer no máximo até o começo de dezembro.

“Tenho muita convicção que a CCJ não só em relação a essa indicação [da vaga ao STF], mas em relação a outras indicações, inclusive do CNJ e do CNMP, possa realizar as sabatinas e envie ao Plenário para apreciação”, afirmou Pacheco a jornalistas durante o Fórum de Integração Brasil/Europa, em Lisboa, segundo a Veja.

O presidente Jair Bolsonaro, que está em viagem ao Oriente Médio, já disse acreditar que a demora para a sabatina de Mendonça se deve ao fato do ex-ministro ser uma pessoa “independente”, referindo-se à sua conduta enquanto magistrado, assim como pelo fato de ser mais uma indicação sua, o que em tese significa maior representatividade dentro do STF.

- Publicidade -
Última notícia
- Publicidade -
Veja também:
close