24.5 C
Brasília
Segunda-feira, 27 Junho, 2022

Marco Aurélio: ‘Bolsonaro está preparando o campo para uma virada de mesa em 2022’

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio de Mello, concedeu uma entrevista onde comentou sobre as recentes declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre a eleição presidencial do próximo ano, quando deverá concorrer à reeleição. Para o juiz aposentado, o chefe do Executivo pode estar planejando “uma virada de mesa”.

Na ocasião, Marco Aurélio falava sobre o desejo de Bolsonaro de implementar o voto impresso e auditável nas urnas eletrônicas, o que vem sendo combatido pelo atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso. Como o presidente vem insinuando possíveis reações diante de uma suposta fraude em 2022, o jurista acredita que ele pode estar planejando algo.

“Eu constato que o presidente é tinhoso e parece de duas uma ou que ele está tentando desviar o foco presente a CPI ou que ele já está preparando o campo para uma virada de mesa em 2022 quando se apresentará candidato à reeleição e tiver insucesso considerada a vontade dos eleitores”, afirmou o ex-ministro.

Assim como Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin, Marco Aurélio também é contra a implementação do voto impresso no Brasil. Ele destacou que o custo para adotar esse recurso não seria bem vindo em um contexto de pandemia, mas ponderou que essa é uma decisão a ser tomada pelo Legislativo.

“Nada surge sem uma causa, já diziam os antigos. Eu não vejo móvel para ter esse ônus para os brasileiros em uma época de crise na saúde e na economia que seria introdução desse sistema, agora de qualquer forma, a introdução para as eleições teria que ocorrer até setembro próximo. Vamos ver o que deliberará a Comissão de Constituição de Justiça sobre a PEC que visa justamente ter se o voto expresso”, afirmou à Band.

 

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: