28.5 C
Brasília
Sexta-feira, 12 Agosto, 2022

Janaína diz que recebe ligações para desistir do Senado: “Vou entender como ameaça”

A deputada estadual Janaína Paschoal utilizou as suas redes sociais para reagir ao que, segundo ela, seria uma tentativa de lhe fazer desistir da candidatura ao Senado Federal por São Paulo. A parlamentar revelou que tem recebido ligações por causa disso, mas sem citar nomes.

“Peço que parem de me pressionar a desistir de concorrer ao Senado. Eu me apresentei como pré-candidata antes de todos os demais. Entendo que devo colocar meu nome à disposição de Deus e do Povo e não vou aceitar ser constrangida. Quem quiser concorrer concorra. É da Democracia!”, escreveu a deputada, em tom de raiva.

Janaína explicou que a sua migração partidária já foi um claro indicativo de que a sua disposição para o Senado é irrevogável, tendo em vista o sacrifício em termos de alcance pela legenda.

“Saí de um partido grande e rico, que me negou a legenda e fui para um partido sem tempo de TV e sem recursos, por ter me garantido legenda e liberdade de manifestação e expressão. Quem faz um movimento desses não recua!”, disparou.

Com isso, a deputada concluiu afirmando que a partir de agora, vai interpretar a pressão de terceiros pela desistência da sua candidatura como uma ameaça. Ela, contudo, não citou nomes ou deu indicativos de onde tais supostas ameaças estariam partindo.

“Se eu receber mais um telefonema, mais uma mensagem ou aparecer mais algum emissário, vou entender como ameaça. Então, por favor, parem!”, concluiu a deputada paulista.

DESTAQUE
Veja também:
close