13.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

Janaína critica Datena e a BAND por suposta campanha antecipada na TV

A deputada estadual Janaína Paschoal reagiu às declarações recentes do apresentador José Luiz Datena, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro como possível candidato ao Senado Federal este ano. Segundo a advogada, ele estaria usando o seu programa na BAND para fazer campanha antecipada.

“Tenho grande respeito por Datena, todos sabem. Ontem, quando ele desistiu de concorrer e, na sequência, desistiu de desistir, escrevi aos colegas que integram o grupo de apoio ao Ministro Tarcísio, que compreendo a indefinição, uma vez que é difícil para uma pessoa acostumada aos Aplausos migrar para o campo da Política, onde somos atacados diuturnamente.”

“Não obstante a consideração que tenho por Datena e pela Bandeirantes, não acho justo que ele use seu programa para fazer campanha antecipada. Todos sabem que sou pré-candidata ao Senado e não vou recuar!”, disse a deputada, que completou:

“Pois bem, já é difícil concorrer com alguém que está na TV por horas, diariamente. Mas não dá para admitir o uso desse poder, com menções expressas à votação. Espero que a Bandeirantes assuma suas responsabilidades e contenha seu âncora. Ele já é forte, não precisa disso!”, concluiu Janaína.

A crítica de Janaína foi fundamentada numa declaração feita por Datena no sábado, durante o programa Brasil Urgente. Na ocasião, ele chegou a falar “vote em mim”, hipoteticamente. A legislação eleitoral proíbe o pedido de votos durante a pré-campanha.

“Se o povo quiser que eu seja eleito, que vote em mim, se não, que votem em outro. Mas eu não desisti de candidatura nenhuma, não. Assistam os (sic) três vídeos para poderem emitir um juízo de opinião”, afirmou Datena.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: