15.5 C
Brasília
Sábado, 25 Junho, 2022

Hashtag “#ImpeachmentDeDoria” chega ao top 10 do Twitter e tem direito à carreata

A indignação popular contra os prejuízos financeiros em decorrência do coronavírus se transformou em reação política contra alguns protagonistas do cenário nacional, como o governador de São Paulo João Doria, que agora vem sofrendo críticas por ter decretado o fechamento do comércio na maior região industrial do país.

Nesta sexta-feira, 27, populares voltaram a se organizar em carreata e nas redes sociais pedindo a revogação das medidas de isolamento impostas pelo governo de São Paulo, assim como a saída do governador do cargo, fazendo com que a hashtag “#ImpeachmentDeDoria” chegasse ao top dez do Twitter Brasil.

“Carreata Impeachment Doria: Vamos as ruas? Ou morrer de fome”, diz a legenda de uma imagem que circula nas redes sociais, convocando a população para a manifestação realizada no dia de hoje. A concentração começou às 10h40 na Praça Santa Terezinha, no Tatuapé, Zona Leste, e chegou na Avenida Nove de Julho.

Doria voltou a criticar Bolsonaro

Ainda na tarde de hoje, Doria voltou a criticar o presidente Bolsonaro: “Quase metade da população do planeta está em casa. O mundo inteiro está em casa e o único certo é o presidente Jair Bolsonaro?”, questionou o governador, segundo informações do G1.

“Será essa é a racionalidade: só um certo e o mundo inteiro errado? Reflitam sobre isso. O Ministério da Saúde defende o isolamento. A campanha que o governo federal está lançando hoje nas emissoras de tv e nas redes sociais prega o contrário. Afinal temos um governo federal ou dois governos?”, completou Doria.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: