14.5 C
Brasília
Domingo, 26 Junho, 2022

Girão: ‘Senado caiu no descrédito do povo diante das arbitrariedades do Supremo’

O senador Eduardo Girão criticou na manhã desta segunda-feira (3) a forma como o Senado Federal vem atuando no país. Segundo o parlamentar, pautas importantes de interesse nacional não estão sendo tratadas, de modo que a casa legislativa tem caído no “descrédito” popular.

“Grande parte da população percebe que o Senado está surdo, mudo e cego para demandas legítimas e urgentes da sociedade. Tenho colocado isso sempre que posso na tribuna, em entrevistas, isso está pegando muito mal”, disse ele à Jovem Pan.

“A imagem do Senado, que já não era boa na época do presidente Davi Alcolumbre, aliás, que vem há muitos anos, e infelizmente caiu no descrédito da população quando se vê arbitrariedades pelos Supremo, desrespeitando o Senado, invadindo a competência com falas políticas e o Senado não se move, assiste tudo de camarote”, acrescentou o senador.

Para Girão, existe um “silêncio ensurdecedor” por parte dos senadores que deveriam agir de modo independente, mas que não estariam agindo por interesses no foro privilegiado. O parlamentar deu a entender que o Senado e o STF atuam de forma protetiva, o que tem prejudicado a população.

“O Senado deixa isso acontecer, acredito que pelo foro privilegiado. Todo processo que um senador tenha, ou de correligionários, caiu no Supremo e daí fica um jogo de proteção. Um poder acaba protegendo o outro porque um depende do outro e a população acaba perdendo com tudo isso que não vê realmente uma ação forte do Senado para que tenhamos harmonia entre os poderes.”, concluiu o senador. Assista:

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: