25.5 C
Brasília
Sábado, 21 Maio, 2022

Forças do Exército, Marinha e Aeronáutica se unem em ação conjunta contra o Covid-19

O sistema de saúde pública no Brasil está longe de ter uma boa reputação aos olhos da população. Com hospitais precários e longas filas de espera para atendimentos diversos, essa realidade é uma grande preocupação para um país que luta contra a pandemia do Covid-19.

Pensando nisso, as Forças Armadas já deram início à construção dos chamados hospitais de campanha para dar suporte no combate ao Covid-19. Se tratam de unidades construídas em tempo recorde, próprias para dar suporte aos casos de emergência ou recorrentes da superlotação nos leitos médicos.

Os hospitais de campanha são mais utilizados durante operações militares e humanitárias, em caráter provisório. Para agilizar esse trabalho, Marinha, Exército e Aeronáutica vão trabalhar coordenadamente, empregando os militares nas mais diversas áreas exigidas, como construção e saúde.

Segundo o Ministério da Defesa, “devido à possibilidade de elevada demanda e da limitada disponibilidade e capacidade desses meios, o apoio dos hospitais de campanha será avaliado com especial cuidado”

“Além disso, Marinha, Exército e Aeronáutica poderão apoiar as triagens de pessoas com suspeita de infecção para encaminhamento a hospitais”, acrescentou o comunicado, segundo o Blog do Vicente.

Em seu último pronunciamento, por exemplo, Bolsonaro anunciou a criação do Centro de Operações Conjuntas, no último dia 20, para atuar na coordenação e planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à Covid-19. Também foram ativados 10 Comandos Conjuntos que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (Comae), de funcionamento permanente.

A Defesa afirmou que os militares poderão atuar em diferentes frentes, desde o controle dos aeroportos até à fabricação de medicamentos, como a cloroquina, e no uso de unidades especializadas em Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (DQBRN) 

 

- Publicidade -
Última notícia
- Publicidade -
Veja também:
close