Fiuza: Brasil não teve 1.188 mortes por Covid-19 em 24h, mas sim 311 em três dias

A grande mídia alardeou que 1.188 pessoas perderam as vidas nas 24 horas entre os dias 20 e 21 de maio, mas os dados oficiais registraram um número bastante diverso: 311 nos últimos três dias.

“A quem se interessa por vidas e não por manchetes sádicas: o Brasil NÃO teve 1.188 mortes por Covid-19 nas últimas 24h. Foram 311 mortes nos últimos 3 dias – e as demais (das 1.188 registradas nas últimas 24h) em dias anteriores. O monstro celebrado por Lula não precisa de ajuda”, comentou o jornalista Guilherme Fiuza em sua conta no Twitter.

Esses dados foram apontados em um comunicado do Ministério da Saúde em seu site: “Até o momento, o país registra 18.508 óbitos, sendo que 1.188 foram registrados nos sistemas de informação oficiais do Ministério da Saúde nas últimas 24h, apesar de a maioria ter acontecido em outros dias”, introduz o texto.

De acordo com a nota, isso se dá “porque as notificações ocorrem apenas após a conclusão da investigação dos motivos das mortes”, o que leva tempo devido à grande demanda de testes: “Desse total, 311 mortes ocorreram, de fato, nos últimos três dias e outras 3.534 estão em investigação”, pontua o Ministério da Saúde.