13.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

“Enquanto eu for presidente, não haverá aborto”, diz Bolsonaro ao responder pedido

O presidente Jair Bolsonaro falou para um grupo de apoiadores na manhã desta quinta-feira, reiterando o seu compromisso contra a legalização do aborto no Brasil.

A posição de Bolsonaro contra a prática do aborto, que no Brasil só é permitido em casos de estupro ou risco de vida para a mãe, foi uma das principais pautas da sua campanha em 2018.

“Enquanto eu for presidente, não haverá [aborto]”, afirmou o presidente ao responder um pedido feito por um dos cidadãos que estavam na frente do Palácio do Alvorada nesta manhã. “Senhor presidente, temos um pedido para o senhor, não queremos aborto”, disse o manifestante.

Na sexta-feira (24), o Supremo Tribunal Federal deverá julgar à ADI Nº 5581, a qual visa legalizar a prática do aborto nos casos de bebês com zika vírus. A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) criticou a iniciativa da Corte, tanto pelo contexto (de pandemia) no Brasil, como pela natureza do assunto, visto que a prerrogativa da pauta é legislativa.

“O Supremo Tribunal Federal descaradamente usurpa a competência legislativa para forçar a pauta abortista ao povo brasileiro! Além de tudo, em tempos de pandemia, e de uma gravíssima crise econômica dela resultante, pautar a ADI n° 5581 é pura canalhice”, afirmou a deputada em sua rede social.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: