12.5 C
Brasília
Domingo, 26 Junho, 2022

Doria cita post de Lula sobre governadores e é criticado: “Há limites para a união”

O governador de São Paulo, João Doria, partiu para ouro rumo no tocante à sua postura divergente em relação ao presidente da República, Jair Bolsonaro, chegando ao ponto de elogiar uma das pessoas que mais criticou e chamou de “bandido” nas eleições de 2018, o ex-presidente Lula.

Inicialmente, Lula fez um elogio aos governadores que atuam contra a pandemia do novo coronavírus. “Nossa obsessão agora tem que ser vencer o coronavírus. Chegamos ao ponto do Dória ter que mandar a PM invadir fábrica pra pegar máscara. A gente tem que reconhecer que quem tá fazendo o trabalho mais sério nessa crise são os governadores e os prefeitos”, escreveu o condenado por corrupção.

João Doria, por sua vez, compartilhou a publicação de Lula em tom de concordância. “Temos muitas diferenças. Mas agora não é hora de expor discordâncias. O vírus não escolhe ideologia nem partidos. O momento é de foco, serenidade e trabalho para ajudar a salvar o Brasil e os brasileiros”, escreveu o governador.

Chamou atenção dos apoiadores de Jair Bolsonaro, como a deputada federal Carla Zambelli, a postura do governador paulista, uma vez que o mesmo defendeu deixar suas diferenças de lado em nome de uma causa comum em prol da pandemia, mas aparentemente não em relação ao presidente, e sim com o líder petista.

“Essa crise está agindo como um milagre. Tirando o véu de muitos para q saibamos com quem estamos lidando, @jdoriajr. Há limites para a união. Você mostrou ser possível se aliar a um bandido condenado, mas não estende a mão ao Bolsonaro mesmo após pronunciamento de 31/03. ACABOU!”, respondeu Zambelli.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: