10.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

Bolsonaro diz que militares recomendaram ao TSE método para “confiar nas eleições”

O presidente Jair Bolsonaro (PL) participou nesta quarta-feira (27) de um evento para celebrar a “liberdade de expressão”, realizado no Palácio do Planalto e transmitido pela TV Brasil. Na ocasião, o chefe do Executivo voltou a defender a participação das Forças Armadas no processo eleitoral desse ano.

Bolsonaro revelou que os militares teriam recomendado a adoção de um método que visa agregar confiança à contagem de votos, e que este não precisa ser impresso, como aliados do governo estavam defendendo em 2021.

“Não se fala ali em voto impresso. Não precisamos de voto impresso para garantir a lisura das eleições, mas precisamos de ter uma maneira —e ali naquelas nove sugestões existe essa maneira— para a gente confiar nas eleições”, afirmou o presidente da República.

“A gente espera que nos próximos dias o nosso Tribunal Superior Eleitoral dê uma resposta às sugestões das Forças Armadas, porque eles nos convidaram e nós aceitamos, estamos colaborando com o que há de melhor que existe entre nós”, completou o presidente.

Bolsonaro argumentou que as recomendações dos militares foram de natureza “técnica”. Já quanto ao tema do evento, vários parlamentares que se fizeram presentes divulgaram um manifesto em defesa da liberdade de expressão.

“Em outros momentos, a liberdade de expressão é encarada como discurso de ódio, intolerante ou fascista, que deve ser combatida. O problema não é somente o que se diz, mas quem diz: evidenciando quem são os verdadeiros intolerantes”, diz o documento.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: