11.5 C
Brasília
Sábado, 25 Junho, 2022

Barroso admite que se o voto impresso for aprovado, o TSE vai acatar: “Cumpriremos”

Nesta quarta-feira (09), o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), que também preside atualmente o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), está participando de um debate na Câmara dos Deputados acerca do voto impresso, onde discursa nesse momento.

Em um trecho da sua fala, Barroso admitiu que se o Congresso Nacional aprovar a adoção do voto impresso, o TSE fará o possível para adotar o mecanismo. Todavia, o ministro disse discordar da proposta e vem apresentando argumentos contrários a ela.

Segundo o ministro, o voto impresso iria tornar a eleição mais complexa e burocrática, tornando-a sujeita à “judicialização” e também a fraudes. “Vai ressuscitar os riscos”, segundo ele, de pessoas manipulando cédulas em papel em caso de conferência com o voto eletrônico.

Após a fala de Barroso, os parlamentares favoráveis ao voto impresso irão apresentar suas visões e argumentos. Assista ao vivo, abaixo:

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: