15.5 C
Brasília
Sábado, 25 Junho, 2022

Após dizer que pode ser preso, deputado provoca Moraes: “Se tornou um câncer”

Vice-líder do governo Bolsonaro na Câmara, o deputado federal Otoni de Paula utilizou a tribuna do Congresso para fazer novas críticas em tom ofensivo contra o ministro Alexandre de Moraes, a quem o parlamentar chamou de “câncer” e “endemoniado”.

“Ele [Moraes] se tornou alguém incontrolável. Na minha religião, eu digo que ele está endemoniado. É. Ele se satanizou, esse cara tá incorporado, e ninguém para, ninguém detém”, disse Otoni na quarta-feira do dia 18.

Segundo o deputado, “Moraes se tornou um câncer, um tumor maligno neste país”. Desde 2020 Otoni de Paula vem fazendo críticas em tom ofensivo contra Moraes. Naquele ano, o parlamentar chamou o ministro de “lixo”.

No ano passado, Otoni também chamou Moraes de “esgoto” e “cabeça de ovo”. Como resultado, o ministro processou o deputado na Justiça de São Paulo, e ganhou a ação, obrigando o parlamentar a pagar R$ 70 mil reais em fiança.

Na semana passada, Otoni gravou um vídeo dizendo que poderá ser preso por Moraes a qualquer momento. Segundo o deputado, a informação lhe foi repassada por uma fonte que não quis se revelar.

“Se for expedido um mandato de prisão contra mim, eu já estou avisando ao povo brasileiro, eles podem inventar qualquer coisa… Não tenho rabo preso com ninguém”, disse o deputado, que também é pastor evangélico, segundo informações do GospelMais.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: