11.5 C
Brasília
Sábado, 25 Junho, 2022

Bolsonaro diz que a esquerda ‘demoniza policiais e suaviza criminosos como vítimas’

O presidente Jair Bolsonaro voltou a sair em defesa dos policiais que fizeram uma operação na Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro. Em uma série de postagens em tom de desabafo, o chefe do Executivo disse que a esquerda ‘demoniza policiais e suavizam criminosos como se fossem vítimas e não bandidos.’

“A esquerda não quer que você se dê conta da realidade do narcotráfico no Brasil. Demonizam policiais e suavizam criminosos como se fossem vítimas e não bandidos cruéis fortemente armados, que desprezam as leis, oprimem, extorquem, ameaçam e matam qualquer um sem o menor receio”, criticou Bolsonaro.

“Querem te convencer que marginais que, segundo suas próprias leis, queimam pessoas vivas em pneus, espancam, matam e esquartejam mulheres, além de outras práticas de fazer inveja a grupos terroristas internacionais, jamais abririam fogo covardemente contra agentes de segurança”, destacou o presidente.

As postagens de Bolsonaro foram em referência à morte de 26 pessoas durante a operação policial no Rio, sendo a maioria de vítimas com ficha criminal, ligadas ao tráfico de drogas, segundo informações da Polícia Militar.

Parte da imprensa e figuras de oposição ao governo criticou a operação, chamando-a de “chacina”. A PM, contudo, informou que os policiais reagiram em legítima defesa, após a forte reação dos criminosos. Vários fuzis, drogas e até granadas foram aprendidos durante a ação contra lideranças do tráfico.

“Nossos agentes das forças de segurança arriscam suas vidas diariamente para o total oposto: combater o crime e proteger inocentes. É para cumprir a lei, não por diversão, que eles enfrentam todos os tipos de obstáculos, inclusive a demonização de parte da mídia”, completou Bolsonaro, que acrescentou:

“É uma perversidade seguir relativizando o certo e o errado. Tratar marginais com extensa ficha criminal simplesmente como pobres é criminalizar o próprio cidadão pobre que vive sua vida honestamente e hoje é refém destas organizações. Pobre nunca será sinônimo de criminoso!

“Àqueles que, no conforto de suas casas insistem em inverter os valores e criticar as forças de segurança por todo o mal que acontece, sugiro que experimentem visitar uma área dominada pelo crime organizado fardado como um policial.”

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: