21.5 C
Brasília
Sábado, 2 Julho, 2022

“Terroristas voltaram em Curitiba e estão nos ameaçando agora”, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro esteve na inauguração de um hospital de campanha em Águas Lindas de Goiás, nessa sexta-feira (05), onde comentou os atos recentes de protestos em algumas cidades do país, como Curitiba, no Paraná.

“Tiveram uma ação em São Paulo, depois terroristas voltaram em Curitiba e estão nos ameaçando agora”, disse o presidente em seu discurso. Na ocasião também esteve presente o governador de Goiás, Ronaldo Caiado.

Em dado momento Bolsonaro alertou o governador sobre a possibilidade de manifestações dessa natureza no estado. “Se vierem aqui, você vai tratar com a dureza da lei que eles merecem”, afirmou o presidente.

Manifestações no domingo

Pelas redes sociais há uma mobilização pró-manifestação para o próximo domingo, em Brasília e em outras cidades do país.

Aliados do presidente acusam os atos contra o governo de “terrorismo”, tendo como base episódios de vandalismo que ocorreram nas últimas manifestações em Curitiba e na Avenida Paulista, em São Paulo.

Bolsonaro informou que poderá convocar a Força Nacional de Segurança para atuar na contenção dos protestos se houver a necessidade.

“(O pedido é) para que as forças de segurança estaduais e também federais façam o seu devido trabalho se porventura esses marginais extrapolarem os limites da lei”, afirmou o presidente, segundo o Jornal de Brasília.

Em uma live transmitida na quinta-feira (04) pelo Facebook, o presidente fez um apelo aos seus apoiadores, pedindo que eles não façam manifestações no próximo domingo, a fim de não entrarem em confronto com os adversários políticos. “Não compareçam às ruas nesses dias”, disse Bolsonaro.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: