24.5 C
Brasília
Segunda-feira, 27 Junho, 2022

“Não compareçam nesse movimento”, pede Bolsonaro sobre atos no domingo

O presidente Jair Bolsonaro fez a sua tradicional live através do Facebook, na noite desta quinta-feia (04), onde entre outros assuntos comentou às últimas manifestações que ocorreram algumas cidades no país desde o final de semana passado.

Bolsonaro criticou atos de vandalismo praticados por alguns manifestantes, em particular a queima de uma Bandeira Nacional na capital do Paraná, em Curitiba, na última segunda-feira, em frente ao Palácio do Governo local.

“Não é porque eles estão com faixa de democracia que estão defendendo a democracia. Para mim é terrorismo. Acusam os outros do que eles são”, afirmou o presidente.

“Uma parte é estudante. Se colocar num canto e aplicar a prova do Enem, não tira cinco. São uns idiotas, não servem para nada”, destacou.

Bolsonaro pediu para que os pais exerçam autoridade sobre os filhos, não permitindo que eles participem de manifestações violentas.

“Não vou dar conselho para pai nenhum, porque eu sou pai, filho pode errar, mas quem for possível exercer o controle, exerça para não deixar participar de um movimento como esse. Isso não é liberdade de expressão, eles vão para o quebra quebra”, afirmou o presidente.

Não ao confronto

Em outro momento, Bolsonaro pediu aos seus apoiadores para que não entrem em confronto com os seus adversários nas ruas, mas em vez disso, que os deixem sozinhos, a fim de evitar maiores danos.

“Não compareçam nesse movimento”, pediu o presidente, alertando aos opositores que em caso de manifestações violentas o poder público deverá reagir para restabelecer a ordem.

“Não tô torcendo para ter quebra-quebra, não. Mas a histórias me diz que esses marginais de preto, geralmente apedrejam bancos, estações de trem. Não quero falar com toda certeza, mas os poderes executivos que têm compromisso estão se preparando para reagir, caso esse pessoal ultrapasse o limite da racionalidade”, concluiu o presidente.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: