15.5 C
Brasília
Sábado, 2 Julho, 2022

Ministro sugere que imprensa faz “politicagem rasteira contra o presidente”

O ministro das Comunicações do governo Bolsonaro, Fábio Faria, criticou a reação de parte da imprensa contra o presidente, após o mesmo retirar a máscara de proteção contra a disseminação de vírus durante uma coletiva na terça-feira, 07.

Isso, porque, à Associação Brasileira de Imprensa alega que Bolsonaro teria agido de forma criminosa por ter retirado o equipamento de proteção durante a entrevista. Ocorre, porém, que o presidente tomou essa atitude após se afastar vários metros dos jornalistas, além de já tê-los avisado de que estava com o coronavírus.

A intenção de Bolsonaro, aparentemente, foi demonstrar que estava bem de saúde, e não de oferecer risco aos profissionais. Do contrário, não teria ele próprio alertado sobre a necessidade de afastamento antes de retirar a máscara, o que é possível constatar claramente através de um vídeo que circula nas redes sociais (abaixo).

“O presidente foi transparente, falou que estava com sintomas, fez o exame, mostrou o resultado de imediato, se afastou por mais de 5m pra mostrar q estava bem ao povo brasileiro e que está seguindo os protocolos do @minsaude. O resto é politicagem rasteira contra o presidente”, escreveu Fábio Faria na manhã dessa quarta, 08. Assista:

https://twitter.com/fabiofaria5555/status/1280820324943245312

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: