13.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

Abuso? Câmara aprova plano de saúde vitalício para ex-deputados em plena pandemia

Em plena pandemia, a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) aprovou, na última quarta-feira, 20 de maio, a inclusão de ex-deputados distritais e seus dependentes no plano de saúde que a Casa mantém.

A inclusão, de forma vitalícia, substitui o modelo vigente até então, que cobria somente dois anos após o final do mandato. As novas regras serão válidas após a publicação da norma.

Dos 24 deputados distritais, 16 votaram a favor, e alguns dos parlamentares se queixaram que a emenda não foi disponibilizada a todos antes da votação. Um pedido de revisão do resultado foi protocolado.

Ao todo, o Fundo de Assistência à Saúde da CLDF tem cerca de 5,3 mil beneficiários. São deputados, servidores e ex-funcionários comissionados, que são cobertos pelo plano de saúde mediante pagamento de cota mensal que varia entre R$ 38 e R$744, a depender da idade e remuneração.

No caso dos ex-distritais, o valor a ser pago é, obrigatoriamente, R$ 744. O restante do custo será arcado pelos recursos públicos.

Conforme o portal G1, desde 2018, as despesas da Câmara Legislativa com esse benefício somara R$ 34 milhões. Com a inclusão dos ex-distritais, o valor deve subir substancialmente.

Confira como votaram os deputados:

A favor

Claudio Abrantes (PDT)
Daniel Donizet (PSDB)
Delegado Fernando Fernandes (Pros)
Delmasso (Republicanos)
Eduardo Pedrosa (PTC)
Hermeto (MDB)
Iolando (PSC)
Jaqueline Silva (PTB)
José Gomes (PSB)
Júlia Lucy (Novo)
Martins Machado (Republicanos)
Rafael Prudente (MDB)
Reginaldo Sardinha (Avante)
Robério Negreiros (PSD)
Roosevelt Vilela (PSB)
Valdelino Barcelos (PP)

Abstenções

Arlete Sampaio (PT) 
Chico Vigilante (PT)
Fábio Felix (Psol)
João Cardoso (Avante)
Leandro Grass (Rede)
Reginaldo Veras (PDT)

Ausentes

Agaciel Maia (PL).
Jorge Vianna (Podemos)

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: