14.5 C
Brasília
Domingo, 26 Junho, 2022

“Pandemia: Covid-19 e a reinvenção do comunismo” é o novo livro de Slavoj Žižek

Pandemia: Covid-19 e a reinvenção do comunismo“, esse é o título do mais novo livro do filósofo e crítico cultural Slavoj Zizek, considerado um dos principais nomes do pensamento contemporâneo. A obra foi lançada no dia 15 de abril com a proposta de abortar a “Pandemia Capital”.

“Uma pandemia global assola o planeta. Com a brusca mudança na rotina de bilhões de pessoas, vivemos em um momento em que o maior ato de responsabilidade é se manter distante daqueles que amamos”, diz a sinopse do livro disponível na Amazon.

Em Covid-19 e a reinvenção do comunismo, o filósofo esloveno Slavoj Zizek mergulha de cabeça no espírito de nossa época, mas suas posições dividem opiniões, pois ao mesmo tempo em que o autor é considerado um simpatizante da esquerda acadêmia, ele também é um crítico do “politicamente correto”.

Professor do Instituto de Sociologia e Filosofia da Universidade de Ljubljana e diretor internacional da Birkbeck, Universidade de Londres, em uma entrevista para o El Pais, por exemplo, ele chegou a dizer que “hoje em dia o comunismo não é o nome de uma solução, e sim o nome de um problema”.

Reinvenção do comunismo?

O livro Covid-19 e a reinvenção do comunismo é uma obra que deve fornecer uma perspectiva crítica da pandemia do novo coronavírus de forma bem humorada e com alcance amplo de público, tanto da esquerda como da direita política, dado à capacidade de transição conceitual e liberdade de pensamento de Slavoj Zizek.

O livro vale muito a pena ser lido por quem deseja obter diferentes visões sobre o assunto, a fim de formar uma opinião crítica ampla a respeito. Além disso, se trata de uma das primeiras obras sobre a Covid-19 já lançadas no mundo, o que significa uma boa pedida para os apaixonados pela literatura. Para comprar, clique aqui.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: