24.5 C
Brasília
Segunda-feira, 27 Junho, 2022

PT pretende ir ao STF contra a realização da Copa América no Brasil

O anúncio de que a Copa América de Futebol será realizada no Brasil provocou reações imediatas no mundo político. Prevista inicialmente para acontecer na Colômbia e Argentina, o evento acabou sendo transferido ao território nacional por causa do agravamento da pandemia e do contexto social em ambos os países vizinhos.

O deputado federal Alexandre Padilha, do Partido dos Trabalhadores, informou que o PT pretende recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a realização da Copa no Brasil, classificada por ele como “Copa da Morte”.

“Conversei com a presidente [do PT] Gleisi Hoffmann e o PT ingressará no STF contra mais esse absurdo do governo Bolsonaro que busca realizar a Copa da Morte no Brasil. Continuaremos defendendo a vida, a vacinação ampla e irrestrita e medidas que busquem controlar a disseminação de novas cepas e a segurança para o povo”, informou padilha.

A opinião de Padilha é semelhante ao do relator da CPI da Pandemia, o senador Renan Calheiros, que também classificou a realização da Copa América no Brasil como um evento fúnebre devido ao contexto de pandemia.

“Com mais de 462 mil mortes sediar a Copa América é um campeonato da morte. Sindicato de negacionistas: governo, Conmebol e CBF. As ofertas de vacinas mofaram em gavetas mas o ok para o torneio foi ágil. Escárnio”, disparou Calheiros.

Calheiros reage a autorização do Brasil para Copa América: “Campeonato da morte”

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: