10.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

Gasolina cai para R$ 0,91 centavos nas refinarias, mas desconto não chega nas bombas

O valor da gasolina chegou a R$ 0,91 centavos nas refinarias. Apesar da queda, que já passa dos 40% no ano de 2020, os descontos não são sentidos plenamente nas bombas dos postos de combustíveis, segundo o presidente da Petrobras, Roberto Castello.

“Hoje, o litro da gasolina na refinaria da Petrobras está em 91 centavos. Lamentavelmente, não vejo essa queda chegar nas bombas. No fim de semana, eu vi gasolina comum a 4,99. É uma distância muito grande. Significa que houve alguma queda nos postos, mas mínima em relação ao preço da refinaria”, disse ele ao Antagonista.

Na manhã desta quinta-feira (23) o presidente Jair Bolsonaro citou como a quantidade de encargos tributários afetam drasticamente o preço final através de uma publicação feita por ele em suas redes sociais.

“Preço dos combustíveis, hoje, nas refinarias: – Gasolina: R$ 0,91 – Diesel: R$ 1,45 – PREÇO FINAL: ICMS + CIDE + PIS/PASEP + Cofins + transporte + lucro dos postos + lucro das distribuidoras”, escreveu o presidente.

A publicação de Bolsonaro aponta o quanto a carga tributária no Brasil prejudica os consumidores, uma vez que mesmo pagando altíssimos impostos, não recebem o merecido retorno através do que consomem, como é o caso do combustível.

Talvez a eliminação ou redução de parte desses tributos possa fazer com que o repasse dos descontos se torne obrigatório, não havendo margem para a exploração comercial diretamente ao consumidor, os chamados “cartéis” que, apesar de proibidos por lei, ainda existem.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: