Bolsonaro pede agilidade da Índia no envio da vacina AstraZeneca ao Brasil

Bolsonaro pede agilidade da Índia no envio da vacina AstraZeneca ao Brasil
Reprodução: Google

A corrida pela vacina contra o novo coronavírus está acirrada, dado ao fato de que o número de mortos em decorrência da doença continua subindo. Diante disso, o governo do presidente Jair Bolsonaro pediu agilidade à Índia sobre o envio da vacina AstraZeneca, produzida naquele país.

“O imunizante está sendo produzido no Serum Institute of India e deverá integrar de forma imediata a implementação do nosso Programa Nacional de Imunização”, informaram em nota conjunta a Secretaria de Comunicação da Presidência e o Ministério da Saúde, segundo a EBC.

O Brasil terá capacidade de produzir a vacina da AstraZeneca, mas segundo a Fiocruz haverá um atraso no envio dos insumos necessários para a elaboração do imunizante, razão pela qual o governo solicitou a importação da Índia visando antecipar o início da vacinação, no melhor cenário, para 20 de janeiro.

Além da AstraZeneca, o Brasil também aguarda a aprovação da Anvisa da CoronaVac, da chinesa Sinovac, popularmente conhecida como “vacina chinesa”. A expectativa é que até o final desse ano o país conte com 200 milhões de doses de diferentes vacinas contra o Covid-19.