10.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

Mulher questiona isolamento e é detida: “Eu tenho uma mãe de 80 anos em casa”

Mais um vídeo de uma mulher sendo presa, supostamente, por questionar medidas de isolamento devido à quarentena do novo coronavírus, está circulando nas redes sociais.

Existem duas gravações. Na primeira, a mulher aparece explicando que serviços essenciais no país precisam funcionar, e que apenas a população incluída no “grupo de risco” deve se isolar. 

“Se tiver que pegar, vai pegar… quem tiver que ficar em casa, se resguarde. Grupo de risco se resguarde, mas serviços essenciais tem que voltar, senão vai acontecer o pior, vai faltar arroz na prateleira, feijão, remédio, produtos de limpeza”, disse ela.

A mulher que não teve o nome identificado ainda argumenta que o coronavírus seria melhor propagado durante o inverno, citando a Europa como exemplo. “O vírus gosta de frio”, disse ela. “Quando nós ficarmos no frio, eles [europeus] vão estar no calor”.

“Gente, não está adiantando nada essa quarentena”, acrescenta a cidadã. Em outra gravação já é possível ver que a mesma mulher aparece sendo algemada por agentes públicos, sugerindo que a detenção seria uma consequência da sua manifestação pública contra o isolamento.

Emocionada, ela questionou os agentes pelo ato aparentemente abusivo e disse que teria um parente idoso, pelo que parece, sob os seus cuidados. “Eu tenho uma mãe de 80 anos em casa”, afirmou. Assista os vídeos abaixo:

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: