11.5 C
Brasília
Quinta-feira, 30 Junho, 2022

Inconformado com respostas na CPI, Randolfe pede quebras de sigilo contra Pazuello

O senador Randolfe Rodrigues, vice-presidente da CPI da Covid, informou agora a pouco que pediu a quebra de sigilo bancário, telefônico e telemático do ex-ministro da Saúde general Eduardo Pazuello, o qual presta depoimento na Comissão nesta quarta-feira (19).

“Solicitei à CPI da Covid a quebra dos sigilos telefônico, fiscal, bancário e telemático do ex-ministro Pazuello. O requerimento tem como base as denúncias de contratação de empresas p/ reforma de galpões do MS sob o pretexto da emergência da Pandemia”, comunicou Randolfe em sua rede social.

Esse tipo de pedido se dá, geralmente, em decorrência da inconformidade dos interrogadores diante das respostas prestadas pelo depoente. Desde o início do depoimento, Pazuello tem dado respostas aparentemente seguras aos senadores, mas que parecem estar frustrando os parlamentares que se opõe ao Governo Federal.

Segundo Extra, Randolfe pediu a relação de todas as ligações feitas ou recebidas por Pazuello desde 2020, o que influi o registro de mensagens trocadas através de e-mail e aplicativos como o WhatsApp, Telegram, entre outros.

Vale destacar que, como general da ativa do Exército Brasileiro, é possível que o pedido de Randolfe gere repercussões na ala militar, muito embora o ex-ministro tenha atuado na Saúde como civil, precisamente, licenciado da Força Terrestre.  Veja também:

Pazuello: “Não somos obrigados a seguir orientações da OMS; somos soberanos”

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: