14.5 C
Brasília
Domingo, 26 Junho, 2022

PEC do voto impresso também é apresentada no Senado: “Mais segurança e transparência”

O senador Marcos Rogério acabou de anunciar através da sua rede social que apresentou ao Senado Federal um Projeto de Emenda Constitucional para a implementação do voto impresso no Brasil. Uma proposta semelhante já tramita, também, na Câmara dos Deputados, de autoria da deputada Bia Kicis.

“E temos novidade! Apresentei uma PEC para implementar o voto impresso nas eleições. Esse um mecanismo para conferir mais segurança e transparência na apuração, evitando qualquer risco de fraude”, afirmou o senador.

O senador, no entanto, explicou que para que a PEC prossiga para análise e possível aprovação é preciso haver ao menos 27 assinatura entre os 81 senadores da República. Assim, ele pediu o apoio dos seus seguidores para a divulgação da proposta.

“Para que essa proposta comece a tramitar, precisamos de 27 assinaturas no Senado Federal. Se você apoia essa iniciativa, dê RT e faça chegar ao seu senador”, postou Rogério.

Por outro lado, para o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), a implementação do voto impresso traria desvantagens ao sistema eleitoral brasileiro, o qual ele considera atualmente “plenamente confiável”.

“O voto eletrônico não decorre de uma veleidade tecnológica, nem foi desenvolvido a esmo. Pelo contrário, surge para suprir uma necessidade histórica, isto é, para dar fim a uma série de fraudes concretas que debilitavam diversos aspectos dos pleitos, da votação à totalização”, afirmou Fachin, conforme noticiado pela Tribuna de Brasília.

Fachin critica o voto impresso e diz que sistema eletrônico é “plenamente confiável”

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: