15.5 C
Brasília
Terça-feira, 28 Junho, 2022

[GRAVE] Presidente da CPI da Covid ameaça: ‘Se Pazuello mentir, sairá algemado’

O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), disse nesta segunda-feira, 24, que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello poderá ir para a cadeia caso minta à Comissão Parlamentar de Inquérito que visa a investigar supostas ingerências do governo federal durante a pandemia do coronavírus.

“Manda ele [Pazuello] sem habeas corpus na comissão. Ele não vai brincar mais com a CPI e a população brasileira. O desrespeito não foi a mim e aos senadores. Foi desrespeito à sociedade brasileira e ao Exército brasileiro. Se ele mentir, sairá algemado de lá”, afirmou Aziz, em entrevista ao UOL.

Pazuello foi ouvido pela CPI da Covid em 19 e 20 de maio, na condição de investigado — o que lhe garantia o direito de permanecer em silêncio. Todavia, o ex-ministro respondeu todas às perguntas que foram feitas a ele durante o interrogatório. Mas, alegando contradições do militar, Aziz anunciou que ele será convocado a comparecer novamente.

O novo depoimento de Pazuello ocorrerá após ele aparecer sem máscara em uma manifestação de apoio ao governo Bolsonaro, ao lado do presidente da República, ocorrida no domingo no Rio de Janeiro, ocasião em que milhares de pessoas participaram de um passeio de moto.

Ao que tudo indica, portanto, o próximo interrogatório será mais tenso e delicado, especialmente porque é possível haver acusações de que o general mentiu, mas que não sejam vistas da mesma forma entre os senadores aliados do governo, por exemplo, assim como pelo próprio ex-ministro, o que poderá resultar em um polêmico e contestado pedido de prisão contra ninguém menos que um general do Exército. Com informações da Oeste.

“Pazuello já entrou em contato com o comandante colocando a cabeça dele no cutelo”

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: