URGENTE: senadores batem boca e Renan é chamado de “vagabundo; ladrão; picareta”

Um bate-boca entre o relator da CPI da Covid, Renan Calheiros, e o senador Jorginho Mello marcou a manhã na Comissão. Jorginho saiu em defesa do governo de Jair Bolsonaro após Calheiros afirmar que ele seria ‘corrupto’, mas a coisa piorou quando o alagoano ofendeu o governista ao chamá-lo de “vagabundo”.

Renan Calherios chamou Jorginho Mello de ‘vagabundo’, o que acabou irritando o parlamentar, que respondeu devolvendo o xingamento e chamando Calheiros também de “ladrão” e “picareta”.

A reação de Jorginho se acirrou quando Calheiros citou o empresário Luciano Hang, proprietário da rede de lojas Havan. O senador disse que se trata de um “homem honesto”, quando o adversário mantou o colega ir “para os quintos… com o presidente e Luciano”.

Em pelo menos outros dois momentos o senador catarinense Jorginho Mello (PL) fez defesas veementes do empresário Luciano Hang, durante o dia de trabalhos da CPI da Pandemia.

Na quarta-feira (22), durante o depoimento do diretor-executivo da Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Junior, o prontuário de atendimento da mãe de Luciano, Regina Hang, que faleceu vítima do coronavírus, foi exposto pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), também provocando a reação de Jorginho, que pediu respeito ao empresário.

Assista abaixo o vídeo da confusão gerada nesta quinta-feira (23):